01 janeiro 2011

Filme: Tempos Modernos



Local: Universidade  Braz Cubas – Sala 203
Data: 27/04/2010
Filme: Tempos Modernos (Modern Times, EUA 1936)
DIREÇÃO: Charles Chaplin
ELENCO: Charles Chaplin, Paulette Goddard, 87 min. preto e branco, Continental

Objetivo: Mostrar como era a situação da indústria na Europa quando é aplicada nas fábricas a “divisão do trabalho” e o começo da reação de trabalhadores revoltados com as condições de trabalho.

Desenvolvimento da Atividade:

O filme retrata a vida nos Estados Unidos, na grande depressão, Carlitos, o personagem principal, é admitido em uma fábrica e por acaso transforma-se em líder grevista e conhece uma moça pela qual se apaixona. É a época quando se começa a produção de linha de montagem, onde cada empregado é apenas mais um número, embora seja também a época da especialização.
As desigualdades e a pobreza são gritantes. Mas Carlitos encontra a felicidade ao lado de sua amada. De forma engraçada, é mostrada a indiferença das pessoas de classe social abastada, pelo proletariado. É de certa forma uma crítica ao sistema. Também mostra a formação de grupos revolucionários, sentindo-se injustiçados e Carlitos vai preso mais de uma vez, chegando mesmo preferir ficar na prisão a voltar ao trabalho. Sua infelicidade é muito clara ao trabalhar na fábrica.
Este foi o primeiro filme de Charles Chaplin a utilizar o som, embora os personagens ainda não falassem.

Considerações Finais:

Embora seja em branco e preto e os personagens não falem, a mensagem social transmitida é perfeitamente inteligível. Assistir este filme provoca ternura pelo personagem e revolta pela situação em que ele vive. Entre risadas e tristezas somos levados e repensar nossa atualidade e o quanto realmente ocorreram de mudanças na sociedade trabalhadora como um todo.

Autoria: Edna Molina¹ (Relatório solicitado pelo professor de Sociologia, Universidade Braz Cubas – 2010)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...